Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Certificação ISO melhora percepção sobre organizações

Tendência mundial, as certiciações ISO garantem a padronização dos processos e a segurança de que a organização e o seu produto final respeitam critérios de segurança, meio ambiente e qualidade, por exemplo.

Tendência mundial, as certiciações ISO garantem a padronização dos processos e a segurança de que a organização e o seu produto final respeitam critérios de segurança, meio ambiente e qualidade, por exemplo. No Brasil, a certificação é o resultado de um processo de avaliação do sistema de gestão das organizações por uma entidade independente, no caso o Inmetro, conforme explica o diretor da Academia Tecnológica de Sistemas de Gestão (ATSG), Rogério Campos Meira.

A ISO possui normas que permitem a certificação de sistemas de gestão. A 9001 tem foco na qualidade e a 14001 é voltada ao meio ambiente. O processo de implantação envolve um diagnóstico para se conhecer a situação da empresa frente aos requisitos das normas escolhidas; capacitação dos profissionais que serão responsáveis pelo desenvolvimento; concepção e adequação dos processos para se alinhar aos requisitos da norma; capacitação dos funcionários e de auditores internos e realização de uma auditoria.

Entre as vantagens conquistadas, Meira destaca a melhoria da percepção das pessoas sobre o seu papel na organização, maior repetitividade e previsibilidade dos resultados a serem alcançados, melhor percepção dos clientes e da comunidade no que diz respeito à importância que a empresa dedica às questões da qualidade e a redução de desperdício e retrabalho.

Muito mais do que benefícios operacionais, no âmbito estratégico as normas podem trazer uma bela contribuição no que diz respeito à redução de ações de responsabilidade civil sobre o fato do produto ou penalidades relacionadas ao desempenho ambiental. “Ela sozinha não gera negócios, mas, seguramente, contribui para que se estabeleça um certo grau de confiança pelo novo cliente no novo fornecedor”, afirma.

O diretor da EZA Contabilidade, Carlos Zenon Koch da Silva, reforça a importância de iniciativas como a da sua empresa, que possui um certificado ISO. “Hoje é necessário desenvolver as atividades ocupando os espaços no mercado competitivo, trabalhando um maior uso da contabilidade como ciência, integrando-se as comunidades internacionais pelas convergências de normas.”

Ele sugere a criação de um certificado fornecido por organismo especialmente contratado com base na criação de uma série de normas desenvolvidas especificadamente para o setor contábil, objetivando fornecer uma estrutura na qual um sistema de gestão possa ser efetivamente baseado. Às entidades contábeis, de acordo com ele, caberia estimular a certificação dos escritórios com base na atual ISO 9000, formando assim parcerias e desenvolvendo a capacitação dos associados.