Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Desejo de consumidor por crédito se mantém elevado, mas concessões reais caem

Crise econômica, retração do crédito, instabilidade. Essas palavras estão ficando cada vez mais no passado do consumidor que, com a melhora do cenário econômico, está mais confiante.

Fonte: InfoMoney
Tags: créditos

Crise econômica, retração do crédito, instabilidade. Essas palavras estão ficando cada vez mais no passado do consumidor que, com a melhora do cenário econômico, está mais confiante. Por conta disso, o desejo por crédito deve se manter em níveis elevados até o fim do ano, fazendo com que este Natal apresente bons números para o varejo.

As perspectivas são apontadas pelo Indicador Serasa Experian de Perspectiva de Crédito ao Consumidor, divulgado nesta quarta-feira (4). O indicador apontou queda de 1,2% em setembro nas concessões reais de crédito com recursos livres às pessoas físicas frente a agosto.

No mês passado, o índice atingiu 103,3 pontos. Porém, as boas perspectivas advêm do bom resultado atingido em junho, quando o indicador atingiu o maior patamar do ano, de 105,9 pontos. Esse resultado, de acordo com técnicos da Serasa, é altamente favorável para o comércio e demonstra ainda alto "apetite" por crédito por parte do consumidor.

Condições de crédito

Além da confiança, os técnicos acreditam que o retorno das condições de crédito também contribuíram para a manutenção do desejo de crédito pelo consumidor, apesar da queda em setembro.

Os analistas afirmam que o ritmo de concessões reais de crédito com recursos livres às pessoas físicas continuará crescendo, porém, em um ritmo menos intenso que aquele registrado nos últimos meses.

Para a Serasa, as quedas estão relacionadas ao fim do período de relaxamento monetário e ao término de alguns estímulos fiscais anti-crise - como redução de IPI para automóveis, produtos da linha branca e materiais de construção.

O provável deslocamento das pessoas físicas do crédito do consumo para o investimento, para a compra de casa própria, por exemplo, também é fator de desaceleração.

Sobre o indicador

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva de Crédito ao Consumidor tem o objetivo de antever, em um horizonte de seis meses, as concessões reais de crédito ao consumidor.