Você está em:
Postado há 0000-00-00 00:00:00

Contribuinte economizará até 52% de IR em 2009

A aprovação da MP 451, que entre outros benefícios fiscais criou mais duas alíquotas na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, dará um alívio substancial para o bolso do contribuinte já em janeiro de 2009. Projeção realizada pela VerbaNet Legislação Empresarial Informatizada mostra que o desconto será maior para quem ganha menos.No caso de um salário bruto de R$ 3 mil por mês, em relação ao desconto sofrido em dezembro de 2008, o IRRF do mês de janeiro será 52,51% menor. A redução superou os 36% quando comparada à tabela que entraria em vigor em 1º de janeiro de 2009, anteriormente à edição da MP 451.Já para quem tem renda bruta de R$ 5 mil por mês, por se manter na última faixa de alíquota (27,5%), a redução será menor - 17,85% em relação a dezembro de 2008 e 14,19% em comparação à tabela de janeiro de 2009, anterior à MP 451 -, pois abrange apenas a aplicação das alíquotas nas faixas anteriores e correspondem à diferença verificada na parcela a deduzir.'Quando olhamos individualmente a diferença em reais, o valor não parece tão significativo, porém em termos percentuais são significativos e certamente terão influência no volume de arrecadação assim como poderão surtir algum efeito positivo na economia, até mesmo pelo aspecto psicológico, uma vez que redução de tributos é algo bastante raro no Brasil', explica o contador Ernesto Dias de Souza, autor do levantamento.A dedução de gastos com instrução no IRPF na declaração anual de ajuste, no exercício 2008, ano-calendário 2007 era de R$ 2.480,66. 'Com os preços praticados pelas escolas particulares e os demais gastos incorridos para se criar um filho ou cuidar adequadamente de um idoso, além das despesas médicas que quando comprovadas são integralmente dedutíveis na declaração anual, esses valores chegam a ser uma afronta ao contribuinte', argumenta o especialista.