Você está em:
Postado há . Atualizado há

Explosão de casos de Ômicron deixa indústrias, lojas e empresas aéreas sem funcionários

Explosão de casos de Ômicron deixa indústrias, lojas e empresas aéreas sem funcionários

SÃO PAULO E RIO — Voos cancelados, lojas fechadas, contratações de temporários às pressas. O surto de Ômicron no país está obrigando empresas e comércios a reverem escalas, voltarem para home office nas atividades em que isso é possível e, em alguns casos, reduzirem expediente.

Efeito pandemia: Cancelamento do carnaval de rua é 'balde de água fria' para comércio e serviços ligados ao turismo, que contabilizam prejuízosDesde quinta-feira passada, mais de 500 voos foram cancelados ou remarcados no Brasil. A Anfavea, associação de montadoras do Brasil, relata um aumento nas ausências de trabalhadores contaminados por Covid e gripe nas fábricas e um adiamento do retorno presencial nos escritórios.

Foto AnteriorProxima FotoHomem passa por teste de Covid no Centro Municipal de Saúde Dom Hélder Câmara , em Botafogo, Rio de Janeiro. Aumento de casos de infecção pela variante Ômicron fez disparar a procura por testes e atendimento em postos de saúde Foto: FABIANO ROCHA / Agência O Globo headtopics.com

Testes rápidos para Covid-19. Aumento de contaminação por Covid-19, devido a Ômicron, leva população a enfrentar grandes filas em postos de saúde para testagem Foto: CRISTIANO MARIZ / Agência O GloboPassageiros aguardam em filas no aeroporto da Cidade do México após mais de 80 pilotos do terem testado positivo para a Covid-19, forçando a suspenção de voos Foto: EDGARD GARRIDO / REUTERS

Pessoas fazem fila para serem testadas para a Covid-19 no estacionamento de um shopping, na Cidade do México Foto: LUIS CORTES / REUTERSParamédicos trabalham dentro de uma ambulância estacionada em frente ao Royal London Hospital, no leste de Londres. Capital da Inglaterra enfrenta grave escassez de pessoal causada pelo surto de Ômicron Foto: DANIEL LEAL / AFP

PularPUBLICIDADEMulher passa por teste de Covid-19 em uma van de teste móvel, na cidade de Nova York. Os EUA registraram mais de 1 milhão de casos de Covid-19 em 3 de janeiro Foto: ANGELA WEISS / AFPMulher passa por uma academia fechada em Toronto, Ontário. A província impôs novas restrições para desacelerar a disseminação da Ômicron Foto: GEOFF ROBINS / AFP

Teste de antígeno positivo para coronavírus em um centro de testagem em Lima, no Peru. País assiste a uma aumento de casos em várias cidades e apertou algumas restrições devido a uma terceira onda de infecções causada pela variante Ômicron Foto: ANGELA PONCE / REUTERS headtopics.com

Sacos de lixo empilhados em condomínio no distrito de Tower Hamlets, leste de Londres. Setores da indústria britânica foram atingidos pela infecção de funcionários com a Ômicron Foto: JUSTIN TALLIS / AFPFila para teste de Covid-19 em um centro de testes do governo em Buenos Aires, Argentina Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP

PularPUBLICIDADEPessoas esperam em fila para serem testadas para Covid-19 na Union Station, em Los Angeles, Califórnia Foto: MARIO TAMA / AFPProfissional da saúde prepara dose da vacina Covid-19 para ser aplicada em Los Angeles, Califórnia, EUA Foto: FREDERIC J. BROWN / AFP

Placa informa os clientes de que os testes de Covid-19 estão esgotados em uma farmácia de Miami, Flórida Foto: MARCO BELLO / REUTERSEstudantes entre 15 e 18 anos esperam para serem vacinados com uma dose da vacina Covaxin contra a Covid-19 durante uma campanha de vacinação em uma escola em Bangalore, na Índia Foto: MANJUNATH KIRAN / AFP

Policial pede às pessoas que saiam do passeio na unidade da Marinha, durante restrições para limitar as reuniões públicas em meio à disseminação do coronavírus em Mumbai Foto: NIHARIKA KULKARNI / REUTERSPular headtopics.com

Motoristas foram fila em sistema drive-thru para serem testados para Covid-19, em meio a um aumento nas infecções pela variante Ômicron em Ashdod, Israel Foto: AMIR COHEN / REUTERSVoluntários distribuem testes rápidos de Covid-19 fornecidos pelo governo, no nordeste de Londres Foto: TOLGA AKMEN / AFP

Funcionária limpa mesa de um café, em Hong Kong, após últimos clientes saírem. Toque de recolher às 18h foi determinado pelo governo para combater disseminação da nova variante da Covid-19 Foto: MLADEN ANTONOV / AFP

Profissionais de saúde verificam documentos de pessoas em fila para os testes de Covid em um ginásio de Manila à medida que crescem os casos de infecção na capital do país Foto: AFPCliente deixa uma loja no Camden Market, em Londres. Empresas e consumidores do Reino Unido enfrentam novas restrições impostas devido à disseminação da variante Ômicron Foto: TOLGA AKMEN / AFP

No varejo, lojistas de shopping estão pedindo a redução do horário de funcionamento e outros têm chamado temporários para cobrir as vagas dos funcionários afastados.