Você está em:
Postado há . Atualizado há

Pesquisa do Google aponta a necessidade da sustentabilidade para o sucesso de empresas

Conheça algumas medidas sustentáveis passíveis de adoção nas companhias, pois os números apontam para a relevância da pauta ambiental

Fonte: A Autora

Uma pesquisa realizada pelo Google, em parceria com a consultoria McKinsey, empresa responsável por aconselhar empresas e até mesmo governos fornecendo insights estratégicos, demonstrou que 77% dos consumidores no Brasil relatam que as práticas sustentáveis das empresas são relevantes e influenciam a decisão de consumir ou não um produto ou serviço daquela marca.

A pandemia de covid-19 acentuou a importância da adoção de práticas sustentáveis para os diversos setores. A pesquisa demonstra até mesmo uma preferência dos consumidores, afinal 62% dos entrevistados afirmam estar dispostos a pagar mais caro, caso a empresa seja ecologicamente sustentável, o que demonstra uma legítima preocupação dos indivíduos com a causa.

Embora positivos, os resultados não surpreendem, uma vez que a crise climática tem sido pauta das agendas mundiais nos últimos anos. De acordo com dados do Painel Intergovernamental das Alterações Climáticas (IPCC, em inglês), entre 2021 e 2022, a temperatura da superfície do planeta já aumentou 1,09°C desde a época pré-industrial, mais rápido do que em qualquer outro momento nos últimos 2000 anos.

Por esse motivo, a necessidade de práticas sustentáveis tem sido discutida cada vez mais em vários âmbitos, a fim de que a sociedade como um todo elabore práticas de mudança para combater os efeitos negativos dela. Para as empresas, também é importante pensar sobre sustentabilidade não apenas para atender a uma demanda do mercado, mas também para que consigam se posicionar de maneira mais assertiva quanto ao assunto.

Além disso, do ponto de vista empresarial, as práticas ecológicas podem auxiliar na redução de custos, gerando mais lucro à empresa e economia de recursos, bem como auxiliar na preservação do ambiente, valorizando os pilares da empresa, tornando até mesmo a manutenção dos profissionais mais orgânica, uma vez que esses cada vez mais valorizam empresas que se preocupam com as questões ambientais.

Do ponto de vista da redução de riscos, empresas social e ambientalmente ligadas à preservação do ambiente estão mais preparadas e possuem mais facilidade ao enfrentar a possível reverberação da crise climática acentuada de maneira mais positiva. Para os administradores das empresas, é imprescindível que essa preocupação seja prioridade no plano organizacional que rege a companhia.

Esses profissionais capacitados pelo curso de administração podem elaborar ações que englobem toda a empresa e as coloquem engajada com as causas sociais, bem como atenta às questões climáticas mundiais, fazendo com que a empresa tenha sucesso tanto do ponto de vista social quanto economicamente.