Você está em:
Postado há . Atualizado há

5G promete revolucionar a conexão móvel, facilitando a vida de empresas e usuários comuns

De acordo com Rafael Franco, CEO da Alphacode, a nova rede mobile pode auxiliar no desenvolvimento de aplicativos e soluções inovadoras

Fonte: A Autora

A evolução das conexões móveis segue acontecendo de forma constante, oferecendo mais velocidade e praticidade na vida de pessoas ao redor do mundo inteiro. O 5G é uma das principais amostras desses avanços, com uma conexão rápida e estável que promete facilitar a navegabilidade de usuários comuns e revolucionar diversas áreas comerciais.

A tecnologia acabou de chegar ao Brasil e deve figurar nas principais capitais do país nos próximos meses. De acordo com Rafael Franco, CEO da Alphacode, empresa que atua em São Paulo, Curitiba (PR) e Orlando (FL-EUA), responsável pelo desenvolvimento de aplicativos para marcas como Habib’s, Madero e TV Band, o 5G irá proporcionar taxas de latência extremamente baixas. “Não é um termo comum na visão do usuário que só pensa em velocidade, mas a latência representa tempo que leva entre a saída de uma informação dos servidores até a chegada no dispositivo do cliente. Com isso, os aplicativos vão ficar cada vez mais ágeis na sua inicialização e na troca de dados. Isso vai aumentar a capacidade dos apps trazerem informações em tempo real”, relata.

A realização de compras através de aplicativos também será beneficiada pelo 5G. “Uma transação de e-commerce, por exemplo, tem o envolvimento de três ou quatro empresas. Tem o próprio comércio eletrônico, o getway de pagamento, um sistema antifraude e, eventualmente, um banco. O 5G vai reduzir a latência em todos esses pontos de comunicação, tornando o processo mais rápido e eficiente enquanto aumenta a possibilidade de lucro por parte das lojas”, revela o CEO da Alphacode.

Para Rafael Franco, o desenvolvimento de aplicativos inovadores pode ser proporcionado através de uma rede de alta velocidade, oferecendo soluções que podem facilitar o dia a dia de toda a sociedade. “O desenvolvedor terá a oportunidade de abrir mais conexões simultâneas entre os servidores e os dispositivos dos usuários. Isso vai permitir a criação de aplicações, por exemplo, de telemedicina, que dependem de um tempo de latência muito baixo para serem realizadas de forma efetiva”, pontua.

A mudança também deve afetar positivamente os jogos online, derrubando de vez as barreiras entre jogadores de diferentes continentes. “Uma latência mais baixa irá permitir interação entre múltiplos usuários de diversos lugares do mundo de forma instantânea, aumentando o contato com diferentes culturas até mesmo no cenário gamer”, declara o empresário.

De acordo com o CEO, usuários comuns irão reavaliar como utilizam a internet em seu dia a dia após se familiarizar com a nova conexão. “O consumidor poderá optar em não ter mais uma rede fixa em casa e usar apenas o 5G, porque ele vai ser mais eficiente e mais rápido que as redes de fibra óptica, por exemplo. Além disso, o 5G pode abrir possibilidades para que as pessoas trabalhem de qualquer lugar, seja da rua, um evento ou um café, uma vez que os eventuais gargalos de conexão irão desaparecer”, finaliza.

Sobre Rafael Franco

Empresário que atua no mercado de tecnologia há 20 anos, a paixão o levou a se aprofundar nesta área e por isso se graduou em Ciência da Computação com pós em Engenharia de Software. Também foi executivo de multinacionais liderando projetos premiados por grandes empresas. Em 2015 fundou a Alphacode, empresa presente em São Paulo, Curitiba (PR) e Orlando (FL-EUA) em que atualmente é CEO. Lidera um time de especialistas em experiências digitais com grande destaque para projetos de aplicativos mobile, sendo responsável por projetos de grande porte neste segmento como Grupos Habib’s, Madero e TV Band. Comanda o time responsável por dezenas de aplicativos que atendem mais de 20 milhões de pessoas todos os meses, principalmente nos segmentos de Delivery, Saúde e Fintechs.

Para mais informações, acesse https://site.alphacode.com.br/ ou @Alphacode