Você está em:
Postado há . Atualizado há

A mobilidade do futuro já é presente?

Sócio da NEWPROPERTIES faz uma análise do mercado e aponta as transformações que existe e o que falta para o setor

Fonte: A Autora

O futuro já chegou para a mobilidade urbana, de acordo com o sócio da NEWPROPERTIES, Alcides Gonçalves. Com mais de 40 anos de experiência na área de engenharia de edifícios, incorporação imobiliária e urbanismo, Gonçalves afirma que alinhado com critérios como sustentabilidade e qualidade de vida, o setor passa por uma importante revolução que está ligada à tecnologia e também ao papel de cada cidadão na construção de uma nova sociedade, pelos vieses cultural, social, econômico e político.

A eletrificação veicular, por exemplo, tem gerado uma verdadeira revolução tecnológica e provocado impactos nos projetos de vias, infraestrutura e hábitos dos motoristas, é uma realidade. Os dados não param de crescer. Nunca se vendeu tantos veículos assim como agora. Em maio, de acordo com a Agência Internacional de Energia (IEA), o segmento cresceu 140% globalmente e garantiu o melhor quadrimestre da história do país. Foram 1,1 milhão de unidades vendidas.

O Brasil também registrou aumento neste comércio. Até abril, foram vendidos 7.290 veículos eletrificados (elétricos e híbridos), com aumento de 29,4% comparado ao ano passado. Por aqui, as projeções indicam a venda de 180 mil unidades até 2030, conforme a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério das Minas e Energia (MME). O número é, no entanto, cinco vezes mais o que foi previsto pela Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) para 2021. Para o mundo, porém, as projeções são bem mais otimistas: a IAE indica que esse mercado deverá chegar a 22 milhões de unidades.

“Os modelos da categoria já desfrutam, inclusive, de incentivos governamentais e contam com organizações setoriais lutando por mais benefícios para que os eletrificados sejam de fato consolidados no país”, explica o sócio da NEWPROPERTIES. Mas, para ele, o futuro da mobilidade, passa ainda por soluções para o transporte público e interligação de cidades próximas, o que ainda é distante no Brasil. “Não falta tecnologia, nem bons projetos, nem condições de implementação. A questão passa por economia e política”, pontua.

Para o engenheiro, é importante destacar que para ser classificado como do futuro, é preciso ainda olhar para o design. “Os traços futurísticos e as concepções de compartilhamento, comodidade e praticidade é que fundamentam a mobilidade do futuro, mais do que a tecnologia”, dispara. “Tecnologia é uma consequência da evolução natural das coisas, mas a racionalidade humana para convergir esforços em prol do objetivo correto é que nos coloca à frente do nosso tempo”, analisa Gonçalves.

Como especialista em tecnologia na engenharia, Alcides Gonçalves sabe que é necessário alinhar, ainda, melhorias no trânsito, pensar na qualidade do ar, levar em conta a era delivery e pensar em alternativas para a logística realizada por veículos grandes e pesados, cujo uso de energia elétrica é inviável. “Como já dissemos, há tecnologia disponível para isso, o que falta é a implantação de projetos nesse sentido”.

A NEWPROPERTIES, de olho nessas mudanças do mercado, passou a projetar espaços apropriados para cidadãos do futuro. “Trata-se de um modelo inovador para o mercado imobiliário, que une organizações com expertises diversas, pessoas e inovação, potencializando os resultados dos projetos.

Para a empresa, um dos pilares ao planejar e desenvolver o melhor empreendimento imobiliário para cada terreno, além de considerar a localização, a realidade do mercado e o perfil do seu morador, é a sustentabilidade, com princípios que buscam maximizar a eficiência energética e o cuidado com meio ambiente em cada detalhe.

Por este motivo, todos os moradores do edifício WalkMoema, localizado em São Paulo (SP), poderão contar com locação de bicicletas, patinetes elétricos e até mesmo carros diretamente no subsolo – o que contribuirá para a mobilidade destes e trará mais comodidade, praticidade e economia. É o que garantem as parcerias que a NEWPROPERTIES firmou com empresas referência em mobilidade urbana: Movida e EMove.

Firmada no final de julho deste ano, o convênio segue o conceito de qualidade de vida e maior facilidade no tráfego na maior cidade da América Latina, onde está localizado o imóvel. “A linha de edifícios Walk traz em seu DNA uma arquitetura contemporânea e atemporal, onde o design e o requinte são incorporados a uma tecnologia que facilita o dia a dia do morador”, afirmou o sócio-diretor do hub empresarial NEWPROPERTIES, Alcides Gonçalves Junior.

Todos os veículos à disposição são os mesmos disponíveis no site da EMOVE. A mesma regra vale para os veículos para locação Movida. Eles poderão ser solicitados a partir do subsolo do edifício WalkMoema, para maior comodidade de cada morador. “A ideia é que o habitante tenha total praticidade. Enquanto permanecer o convênio entre as organizações, este benefício será permanente”, salientou Gonçalves Junior.

CompartilheNas redes sociais